Press "Enter" to skip to content

Mulheres já são quase 50% do empreendedorismo brasileiro

0

Elas representam 43% do empreendedorismo no Brasil, um crescimento de 34% nos últimos anos.

E entre os diversos motivos que fizeram e fazem este número crescer ainda mais a cada dia está a independência financeira feminina.

Um levantamento feito pela RME chamado “Quem São Elas”, apontou que 55% das empreendedoras brasileiras tem filhos, e que dentre essa porcentagem, 75% decidiram adentrar o mundo dos negócios após a maternidade.

Isso é um fator que contribui para o aumento da renda familiar, visto que a cada dez casas, quatro são chefiadas por mulheres e dessas, 41% são donas de próprios negócios, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD).

Porém, mesmo com o aumento no número de mulheres no empreendedorismo, ainda falta respeito, espaço e estímulo para que elas sejam ainda mais expressivas nesse mercado desigual dominado por homens.

Tal falta de estímulo pode caracterizar-se, por exemplo na dificuldade em que mulheres enfrentam para conseguir investimentos em seus negócios. Menos de 10% das empresas  lideradas por mulheres recebe algum tipo de investimento externo. Foram estimados que, se essas tais empresas recebessem ajuda financeira igual às dos negócios dirigidos por homens, seis milhões de nos empregos seriam gerados em apenas cinco anos.

Temos que comemorar o aumento do número de mulheres no empreendedorismo como também em outras profissões, mas, mais do que isso, temos que lutar por igualdade e respeito para que todas possam alcançar seus objetivos sem qualquer tipo de discriminação ou impedimento machista, sexista ou de qualquer outro teor.

Viva a força do feminino.

Deixe seu comentário