Press "Enter" to skip to content

5 passos infalíveis para estragar uma carreira de sucesso

0

A coisa mais comum do mundo é encontrarmos pessoas muito inteligentes e competentes com carreiras fracassadas. Para conseguir construir uma carreira de sucesso, não basta ser talentoso e eficiente, é preciso possuir uma série de habilidades e competências intelectuais que ajudam o colaborador a superar momentos adversos sem colocar tudo a perder.

É muito mais comum do que vocês imaginam, pessoas que começam em uma empresa como um fenômeno, mas basta passar alguns anos e a luz se apaga, o talento sucumbe a um pensamento vitimista cuja sensação de ser a locomotiva que carrega o negócio sozinho se torna tão forte, que a realidade passa a ser distorcida da cabeça desses profissionais.

O mundo mudou. Hoje, na era da informação, o senso de colaborativismo entra como uma das qualidades mais admiradas pelas organizações. Pensar mais no coletivo e menos no próprio umbigo virou uma condição de sobrevivência profissional, basta olhar as empresas que nasceram com esse DNA, como Uber e Airbnb.

Aqueles que não conseguirem fazer o ajuste de mindset e nem adaptam seus pensamentos e atitudes da maneira certa, serão pessoas que passarão a vida pulando de um emprego para o outro sem nunca conseguir construir uma carreira sólida e admirável. Abaixo vou citar os cinco erros mais comuns que nascem dentro de um cérebro com visão deturpada e na sequência assumem a maneira de falar e agir de boa parte dos talentosos sem futuro.

1-     Eu sou foda, carrego essa empresa nas costas

O velho e eficiente ditado “se acha a última bolacha do pacote” jamais teve tão em alta como nos dias atuais. É muito comum após alguns meses de dedicação intensa que esse sopro diabólico passe a habitar o pensamento daqueles que não tem um trabalho continuo de fortalecimento mental e prática da humildade.

2-     Eu não sou reconhecido como deveria

Profissionais carentes buscam tanto o reconhecimento que chegam a desqualificar a empresa que não passa metade do dia agradecendo a sua existência na superfície terrestre. Reconhecimento é um excelente combustível profissional, mas não espere que após seis meses de trabalho a empresa mande fazer uma estátua de bronze e decore a recepção com sua imagem. Esse reconhecimento vem com o tempo e quase em doses homeopáticas, não devendo ser motivo de pressa ou elemento exclusivo de motivação.

3-     Ser um vampiro sugador de energia

Esse é o mais perigoso de todos, normalmente disfarçado de amigo, vem com jeitinho minar a energia de todos no trabalho através de fofocas e apontamentos de falhas, é especialista em vitimismo e age como se o único objetivo dele fosse ajudar. Na verdade, são ladrões que roubam sua energia com um único objetivo: atrapalhar a performance de todos para que o próprio brilhe sempre mais. Não existe forma de acabar com os vampiros, mas se por acaso você está sendo um, aprenda que é fácil reconhecê-lo, e sempre que são identificados perdem força e passam a não ter dificuldades em crescer na carreira.

4-     Ser especialistas em plano B

Normalmente profissionais que possuem esse perfil não conseguem focar mais de alguns meses em uma oportunidade porque estão sempre buscando o próximo, caso a atual não dê certo. São os vivem doentes na segunda-feira devido aos processos seletivos que participam. Nas horas vagas costumam se dedicar na atualização de Linkedin, busca de RH e qualquer outra coisa que os aproximem de uma “nova” oportunidade. Os princípios básicos para construir uma carreira de sucesso são foco e resiliência, se você adotar esse comportamento defensivo de quem está sempre pensando em sair, vai passar a vida sem construir uma carreira sólida.

5-     Ser cúmplice dos amigos de trabalho

Não importa o que aconteça, se você sonha em construir uma carreira de sucesso se posicione sempre do lado da empresa que você defende. Algumas pessoas acabam tendo medo da rejeição dos “amigos” de trabalho e se posicionam como cúmplices de práticas destrutivas a organização. Para evitar essa situação, seja claro sobre a forma como você pensa e leve o assunto ao conhecimento dos superiores. Bons profissionais são apelidados de puxa sacos justamente como artimanhas dos malandros que querem cúmplices para articular seus planos melindrosos.

Agora que você já sabe quais são os 5 perfis que pode atrapalhar você a ter uma carreira de sucesso, identifique se você está agindo como um deles e faça as devidas correções no curso de sua carreira. Ter sucesso no mundo corporativo é relativamente simples, tem uma receita a ser seguida e requer muito tempo e esforço. Não adianta pensar que vai existir atalhos ou que com você vai ser diferente, porque não vai! Planeje sua carreira em três fases: preparação, execução e correção. Trate-a com respeito e dedicação e mantenha-se alicerçado em valores éticos. Faça isso focado por alguns anos e veja sua carreira decolar.

Vinicius Almeida Carneiro

 

Deixe seu comentário